Tiro

De repente se sentiu perdido em meio ao tumulto, a correria generalizou depois que o estampido seco de um tiro reverberou por entre as paredes. Pessoas correndo e gritando, trombando e se pisoteando.
Ele encontrou um lugarzinho aonde acreditou que poderia estar protegido, agachou-se encolhido em meio ao concreto e ficou observando a cena. Seria cômico se não fosse trágico.
O possível autor do disparo acabara de cruzar a sua frente, perseguido por três, quatro homens fardados e ainda mais armados.
Divagou sobre a situação caótica que passava sua cidade, o aumento da criminalidade, a alta taxa de homicídios, os acidentes automobilísticos matavam mais que grandes guerras, o suicídio passara a ser visto como algo corriqueiro. Percebeu que a situação não era apenas nos grandes centros, mas como acompanhava no noticiário o mundo vivia aquele contexto.
Tentou entender o que se passava, seria culpa do governo, da sociedade, das religiões, do aumento populacional, da escassez de provisões, chegou à conclusão que não adiantava investir em segurança, saúde, bolsa isso, bolsa aquilo se não fosse dado um real valor para educação.
Não a educação profetizada em salas de aula, mas as lições que recebeu de seus pais. Hombridade, dignidade, não respeitar só os mais velhos, porém a todos que cruzarem o seu caminho, gentileza, ter um sorriso no rosto mesmo nos momentos difíceis, ser cortês, brando, solícito, eliminar os preconceitos, praticar o altruísmo.
É lógico que nunca tudo isso andava junto, muitas vezes descia o nível, porém sentia-se mal ao fugir dos conceitos do homem de bem. Compreendia que leva-se tempo pra aprimorar o espírito, que a reforma tem que ser executada de dentro para fora, passo a passo, um dia por vez.
Não era adepto a nenhuma religião, era batizado, crismado, casado na igreja, porém acreditava que os homens deturpavam as palavras dos Mestres que ele tinha como guia. Estava sempre estudando os Evangelhos, seja na visão católica, protestante ou espírita, se identificava com a ideologia de Jesus, Mahatma Gandhi, Buda e outros pensadores que divulgavam a paz.
Voltou novamente à realidade e percebeu que em meio ao tumulto uma senhora tentava acalmar a multidão, porém era empurrada e jogada sem ser notada por aqueles que procuravam salvar as próprias vidas. Um garoto chorava perdido dos pais, mais além identificou o alívio daqueles pais ao correram e abraçarem o seu filho.
Aos poucos a situação ia se contornando, as pessoas voltaram a ir e vir como se nada tivesse acontecido, como se não existisse violência, como se o mundo não estivesse doente.
Parou por um instante e reconheceu que nem tudo estava perdido, houve tempos piores, quando os seres humanos atirados às feras eram a atração principal nos circo de horrores romanos ou quando certo líder acreditava que supostamente possuía uma raça superior e em consequência de tal credo dizimou àqueles que não tinham sua mesma etnia, dentre outras diferenças.
Sabia que o mundo vinha mudando, nunca houve tantas campanhas para o auxílio do próximo, pessoas que se uniam em grupos de combate a doenças, a causas sociais, ambientais, humanitárias, médicos e outros profissionais deixavam suas raízes para atender os necessitados em países distantes.
Tentou se levantar, mas percebeu que suas pernas não se moviam, procurou um apoio e nada. Foi quando percebeu a poça de sangue sob seus pés.
Fora atingido pelo tiro, gritou por socorro e desfaleceu. Acordou em uma cama de hospital, rodeado pelos familiares, amigos e o médico que o atendeu.
Explicou que o tiro acertara uma região peculiar e que anos atrás ele perderia os movimentos, porém graças aos avanços da medicina a cirurgia realizada deixá-lo-ia novo em folha.
Voltou o seu pensamento a um Deus que ele sempre confiara e teve a exata convicção que mesmo com todos os problemas que o mundo enfrenta, a vida está bem melhor hoje que num passado não muito distante.

                                 Inibmort

24 de outubro de 2014 at 14:57 Deixe um comentário

Ísis Valverde

Dizem as más línguas que ela adora destruir um casamento, mas vamos ser sinceros, Kaká e Cauã teriam que ter sangue de barata pra não cair em tentação.

Dá só uma olhada:

Via Google Images

24 de outubro de 2014 at 8:18 Deixe um comentário

THE WALKING DRUNK

Seriam Zubis???

Ou Zumbêbados!?!

23 de outubro de 2014 at 14:58 Deixe um comentário

Por que Penelope Cruz é a mais sexy?

Ela foi eleita a mulher mais sexy do mundo. Revelamos 10 segredos que vão além do seu rosto perfeito

Por Danilo Barba
 .
Eleita a mulher mais sexy do mundo, a grande musa do diretor Pedro Almodóvar, Penélope Cruz, de 40 anos, está na capa da Esquire de novembro. Deixando para trás outras atrizes que já sustentaram o título no passado — entre elas Scarlett, Johansson, Mila Kunis, Rihanna, Halle Berry, e Angelina Jolie — ela afirma que não se sente a mulher mais sensual do planeta. Em entrevista exclusiva à revista norte-americana num restaurante suburbano de Madrid, a atriz espanhola revelou que, depois de mais de duas décadas de vida pública,“confunde memórias e experiências de seus personagens com sua própria vida.”
“Já brinquei muito comigo mesma”, confessou Cruz. “Dificultei as coisas pra mim mesma às vezes, especialmente durante minha juventude, nos vinte e poucos. Eu tinha uma atração pelo drama. A maioria de nós tem isso, principalmente se você é artista — você se sente tentado a explorar a escuridão. Agora, entretanto, eu não podia estar menos interessada. Pra mim, hoje em dia, a coisa mais atraente, charmosa, descolada, divertida e interessante que você pode ter é — como poderia chamá-la? Um plano.”
Indicada três vezes ao Oscar, a estrela aparece em sucessos como Carne Trêmula, Profissão de Risco, Vanilla Sky, Volver e Vicky Cristina Barcelona. Depois de namorar Tom Cruise e Matthew McConaughey, se casou com Javier Bardem, que dirigiu Cruz pela primeira vez aos 17 anos, e hoje é pai de seus dois filhos. Descubra a seguir as outras dez facetas de Penelope Cruz.
 .
10. A última a saber: Penélope foi descobrir que fora nomeada para o Oscar em 2010 uma hora depois do anúncio, pois havia trocado de número de telefone recentemente e ninguém conseguia falar com ela.
9. Cruz, vegetariana: Cruz se tornou vegetariana depois de filmar “Espírito Selvagem”, em 2000.
8. A vida imita a arte: Seus pais lhe deram esse nome em homenagem à canção “Penelope”, de Joan Manuel Serrat.
7. Venceu mais de 300 garotas numa agência de talentos quando tinha apenas 15 anos.
6. Altruísmo aguçado: Cruz fez trabalho voluntário em Uganda por dois meses em 1998, e no ano seguinte doou seu salário inteiro, que ganhou pelo trabalho em “The Hi-Lo Country”, ao santuário infantil de Madre Teresa, em Calcutá.
5. Energia de sobra: Penélope estudou balé por quase dez anos durante sua infância. Ela conta que, na época, costumava dançar tanto que seus pés chegavam a sangrar; e garante que eles são tortos por causa disso. “Quando era criança, eu tinha muita energia, mas as aulas de balé me acalmaram — o que agradou minha mãe.”
4. Mulher multicultural: Além de suas habilidades de atuação, Cruz é conhecida por seu visual e por ser poliglota. A atriz fala Inglês, Italiano, Espanhol e Francês (e “sonha em muitas outras”, segundo a Esquire). Mas você sabia que, depois de ler, “Memórias de Uma Gueixa”, Penélope tentou pagar de japonesa no visual?
3. Saudades de casa: Salma Hayek e Goya Toledo são um dos melhores amigos de Cruz; e ela também adora visitar seu conterrâneo Antonio Banderas e sua esposa, Melanie Griffith, quando sente saudades de casa — e está louca pra comer uma paella espanhola.
2. Déficit de atenção: Cruz admite que, por ter sido uma criança carente de atenção, sofria acessos de mau humor. Eles faziam a pequena Penélope gritar e chutar o que havia pela frente, caso não tivesse o que queria no momento.
1. Tudo em família: Penélope e sua irmã mais nova, Monica, lançaram uma grife de roupas chamada MNG em 2007. Apesar de adorar sua própria cultura, Cruz franze a testa para touradas.
 .
Vi no Área H
.

23 de outubro de 2014 at 8:02 Deixe um comentário

Reunion

Vinnie Paul Diz Que Pessoas Que Continuam Pedindo Por Uma Reunião Do Pantera São Egoístas.

Thárik Leonardo

Durante uma conversa com a EMP Rock Invasion, Vinnie fez a seguinte declaração:

“Pessoas são egoístas, cara. Eles querem o que eles querem, e não se importam se você quer. E é desagradável quando as pessoas dizem ‘Oh, wow cara, eles podem pegar o Zakk Wylde e subir no palco, e pronto, é Pantera novamente’. Não, não é, você sabe. Não é tão simples. Se Eddie Van Halen levasse 4 tiros na cabeça semana que vem todo mundo estaria dizendo ‘hey, Zak, vá tocar com o Van Halen’. Entende o que estou querendo dizer? É realmente egoísta as pessoas pensarem assim e isso é estúpido. Não é certo de forma alguma.”

Ele continuou: “Eles chamam de reunião por uma razão. Trazer os membros originais de volta como era antigamente. Então, tem muitas dessas coisas hoje em dia que eles chamam de reuniões que na verdade não são reuniões. Eles tem um cara da banda ali com eles e é só, não é uma reunião. Com o Pantera isso é impossível.”

Vi no Heavy Metal Center
.

22 de outubro de 2014 at 14:54 Deixe um comentário

Superpai

Mais uma comédia com a nova geração do humor nacional

Você é traficante, tá reclamando de ser chamado de tradutor

22 de outubro de 2014 at 7:54 Deixe um comentário

Jô Soares invade programa de Galvão, “corneta” Dunga e critica gesto polêmico

O apresentador Jô Soares invadiu o programa “Bem, amigos”, comandado pelo narrador Galvão Bueno no SporTV, na noite desta segunda-feira, criticou a seleção brasileira do técnico Dunga e o citou o gesto polêmico feito pelo treinador durante o Superclássico das Américas contra a Argentina.

“Eu não entendi aquela cena em que ele coloca a mão no nariz, o que ele estava querendo dizer”, disse Jô.

Galvão, que inclusive se envolveu em uma polêmica sobre o assunto durante uma entrevista de Dunga em Cingapura, tentou amenizar. “Vamos deixar isso para lá”, afirmou o narrador.

O programa teve como convidado especial o meia Kaká, que também conversou com Jô, mas sobre os treinamentos realizados por Dunga.

“A seleção tem que ser mais moderna, não pode ter tanto espaço entre a defesa e o meio de campo. Eu acompanho todos os campeonatos europeus e vejo isso”, disse Jô, que ouviu o comentário de Kaká.

“Os treinos do Dunga melhoram bastante em relação aos de 2010. Todos os treinos tinham um propósito, um era para fechar a defesa, recompor mais rápido”, analisou o meia.

Vi no Torcedores.com

21 de outubro de 2014 at 15:00 Deixe um comentário

Posts mais antigos


Dabun’s Page


Desde 28/07/2.009

Estatísticas

  • 231,325 acessos

RSS RSS


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.771 outros seguidores