PARABÉNS GETULINA JORNAL

11 de junho de 2016 at 17:00 Deixe um comentário

Foi há trinta e poucos anos atrás, novembro de 1984, eu vinha de mudança pra cidade sorriso. Como muitos sabem, meu pai iria gerenciar a filial do Supermercado Carvalho.
Dentre tantas novidades uma que me pegou pelo coração aconteceu numa manhã de domingo.
Ao escutar alguém mexer na porta de casa eu saltei da cama assustado e corri pro quarto dos meus pais. Ainda era cedo e fomos juntos ver o que estava acontecendo.
Pra quem não se ateu, minha casa era ali no centro da cidade, na rua Julio Prestes, n.º 175, bem do lado do mercado, sem área de frente, a porta era e ainda é colada a calçada.
Então qualquer um que a tocasse logo era identificado, não a pessoa em si, mas pelo fato da porta ser de zinco o barulho indicava que alguém ou algo encontrava-se ali.
E foi com grande surpresa que ao contornarmos o corredor e dar de frente com a porta encontramos em cima do tapete um exemplar do “Getulina Jornal”.
Não posso garantir se foi cortesia de seus proprietários ou se meu pai estava assinando, contudo, eu como sempre fui um leitor obsessivo, que não consegue tomar banho sem ficar lendo os rótulos dos xampus, fiquei maravilhado.
Não era só um simples jornal, era o semanário da cidade em que eu estava vivendo. Não tinha só propagandas, mas matérias que narravam o que acontecia e o que iria acontecer naqueles dias.
Porém o que mais me encantou foi a “Coluna Social” e já de cara reconheci duas ou três pessoas, não via a hora de chegar meu aniversário para estampar aquele espaço.
E março chegou e lá estava meu décimo aniversário grafado em sua página.
E felizmente não foi a única vez, além do nome tive a honra de ter publicada minha foto, não uma ou duas vezes, mas em todos os campeonatos que participei na SAG, nos carnavais em que a “Turma 1” subiu no palco pra receber um prêmio, nas gincanas, eventos escolares, em mais alguns aniversários onde amigos ou familiares me deram o prazer de ser homenageado…
O “GJ” também selou os proclamas do meu casamento e as várias convocações da Justiça Eleitoral e das vezes que fui convocado ao Juri Popular.
Entretanto os anos foram se multiplicando e a cada dia minha sede de conhecimento aumentando e lógico que o interesse por essa cidade que nos recebeu de braços abertos sempre fez parte do meu cotidiano.
Sei que foram muitos os colaboradores que semanalmente deixaram seu registro nesse noticioso, porém um dos que mais me marcou foi o Sr. Oldenir T. Nocchi com as suas explanações, tenho a honra de chamá-lo de Bill e a felicidade de ter seus filhos como amigos.
Suas matérias ácidas, porém elucidativas, davam a dimensão do que acontecia em nossa cidade, sempre acompanhada de soluções, não era daqueles que só apontava os problemas.
Há alguns anos tive o privilégio de me tornar cronista do Getulina Jornal, primeiro com mensagens da doutrina espírita escrita por outros autores e médiuns, junto com mensagens de meu próprio cunho.
Fazem três meses que fui convidado pela D. Marta Marcolino a escrever também sobre assuntos diversos após seu conhecimento dos meus textos no blog “Dabun’s Page”.
Hoje tenho minha própria coluna, estampando textos inéditos mesclados com outros do blog.
Numa análise geral, após 65 anos o “GJ” está a cada domingo se reencontrando, tomando novos ares, muito mais “recheado” do que há alguns anos, diria que seu coração está pulsando com mais intensidade a cada semana, mais bonito, interessante, com ótimas matérias e mensagens.
Não sei se é só eu que está sentindo falta, porém gostaria de encontrar a cada domingo mais informações sobre a nossa cidade. Não alguém que apenas ataque ou aponte os erros, porém um jornalista que possa por o dedo na ferida e depois curá-la. Um novo Bill ou o mesmo, quem sabe?!?
Só não podia terminar sem parabenizar o Goreti e sua família por se postar a frente desse trabalho digníssimo que é conduzir esse jornal por tantos anos e aos seus funcionários que se dedicam, faça chuva ou faça sol, para que ele possa estar em nossos lares todos os finais de semana.
Parabéns Getulina Jornal!

                    Inibmort

Entry filed under: Homenagem, Inibmort, Texto. Tags: , , , , , , , , , .

Patrícia Gonçalves Você vai adorar usar meias molhadas depois de ler ISTO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Dabun’s Page


Desde 28/07/2.009

Estatísticas

  • 326,871 acessos

%d blogueiros gostam disto: