Vida inteligente na TV aberta

11 de fevereiro de 2017 at 15:00 Deixe um comentário

Resultado de imagem para The voice kids 2017

Que sou aficionado por música e que a maior parte do tempo faço dela minha companhia todos já perceberam. Que estou sempre procurando novos sons também nunca escondi de ninguém.
Graças a grande rede, quase tudo é disponibilizado tanto para download quanto pra ouvir online.
Acompanhando a evolução tanto cultural quanto musical percebo que o que era um ponto de exclamação no passado, hoje é tratado como clássico.
Exemplo temos aos baldes, os tropicalistas Novos Baianos, que tem o disco “Acabou Chorare” eleito pela Revista Rolling Stone como o melhor disco da história da música brasileira, foi muito criticado nos seus primeiros anos, tanto pelos que defendiam as músicas de protesto ao qual banda não se engajou em seguir e também pelos músicos tradicionais que reprimiam o uso da guitarra elétrica, pois achavam que o instrumento era uma influência da cultura americana.
Contudo o movimento deu ao país além da banda citada, cantores como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa e Maria Bethania.
Outra banda que deu um nó na cabeça da crítica e ficará marcada eternamente na história nacional é o “Mamonas Assassinas”, com suas letras dignas de um concurso de anedotas, porém com uma base forte levada pro rock ‘n Roll, misturada com ritmos dos quatro cantos do país, estremeceu as estruturas nos poucos meses que dominou todo o cenário musical até que o fatídico desastre aéreo na Serra da Cantareira calou-os naquele domingo de março.
Observamos que o tempo é o eterno juiz do que é apenas modinha ou do que se torna clássico.
Hoje é quase impossível saber quem está ouvindo o quê. São tantas as opções para adquirir um álbum ou mesmo uma só música que as estatísticas caem por terra.
Não se pode mais contar a quantidade de álbuns vendidos, afinal multiplica-se o mesmo disco, seja em bancas de camelô ou downloads tanto legais quanto ilegais.
Porém uma coisa é certa: o que é bom ficará eternamente tocando, seja em nossos mp3 player, smarth phones, tablets, desktops ou nos arcaicos aparelhos que tocam CDs ou mesmo Vinil.
Ouve-se de Tião Carreiro e Pardinho a Lady Gaga, porém a dupla sertaneja é ouvida desde 1956 já a rainha do pop pode ser esquecida a qualquer momento.
Um misto de surpresa e alegria vem tomando conta do meu ser nas tardes de domingo. A obsoleta TV aberta, por mim esquecida há tempos, reconquistou mais um telespectador, pelo menos durante o The Voice Kids.
Não posso garantir que a escolha das canções emane das próprias crianças com idade entre 9 e 15 anos, contudo as seleções embaladas a cada fim de semana enalteceria o mais exigente dos críticos musicais.
De Cartola a Michael Jackson, de Renato Russo a Adele os pequenos interpretam os grandes compositores de todos os tempos, cantam canções memoráveis como Splish Splash da versão do Erasmo Carlos a Every breath you take do The Police, não existe estilo musical, muito menos a idade das composições, só o que notamos é a marca que a música deixou ou está deixando na história.
Vibramos a cada nota entoada, sofremos quando nenhum jurado vira a cadeira, nos emocionamos com os mais pequerruchos, torcemos para cada um que se apresenta.
Indiferente se existe uma afinação perfeita ou se esse é mais profissional que aquele, o que vemos no palco são crianças, fazendo o que toda criança deveria fazer… cantar, se divertir, ser feliz!

                    Inibmort

Entry filed under: Homenagem, Inibmort, Música, Texto. Tags: , , , , , , , , , .

Marla Sokoloff 8 objetos que irão facilitar – e muito – a sua vida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Dabun’s Page


Desde 28/07/2.009

Estatísticas

  • 334,027 acessos

RSS RSS


%d blogueiros gostam disto: