Fair-play

27 de maio de 2017 at 16:00 Deixe um comentário

Imagem relacionada

Essa semana o caso “Rodrigo Caio” voltou a tona. Durante uma entrevista, o ex-goleiro “mito” Rogério Ceni, hoje técnico do São Paulo Futebol Clube, colocou em dúvida a escalação do zagueiro do seu time para a seleção brasileira.
Com o seguinte depoimento: “Talvez o Rodrigo e o Tite sejam pessoas melhores que eu. Dentro do calor do jogo, com objetivo sempre da vitória…” “…Se eu fosse treinador da Seleção, eu o levaria pelo futebol que joga, não pela atitude de tomar um cartão, porque senão daqui a pouco cada um que acusar cartão tem que ser convocado.” Deu-se a entender que Rodrigo estaria sendo escalado pelo belo gesto que realizou na semifinal do Campeonato Paulista e não pela bola que joga.
Gesto esse que lhe rendeu elogios não só de repórteres e jogadores brasileiros, mas de diversas personalidades mundo afora.
Pra quem ainda não sabe o que se passou. Foi no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Paulista, quando numa bola disputada na área do time tricolor o atacante Jô do Corinthians fora punido com o cartão amarelo, cartão esse que o tirava do jogo de volta, pelo acúmulo de três cartões. Só que o zagueiro Rodrigo Caio assumiu que foi ele quem tocou no goleiro e no mesmo instante o árbitro retirou o cartão e parabenizou o jogador pela HONESTIDADE.
Pra piorar a situação, no jogo de volta o atacante Jô, que acabou jogando por não ter acumulado o terceiro cartão amarelo, fez o gol que acabou com as esperanças do tricolor de ir para as finais.
Num mundo de “Eu gosto de levar vantagem em tudo” o gesto de nobreza visto em rede nacional ainda provoca reações adversas.
Não foram poucos que se revoltaram com a atitude do jogador. E olha que não estou citando apenas atletas e torcedores do São Paulo, ouvi pessoas declamando que tem que ter malícia no esporte, que no amor e na guerra vale tudo, como se o futebol fosse um campo de batalha.
Esquecem-se que nossos filhos acompanham as partidas do esporte bretão desde tenra idade, apaixonados pelos escudos e cores de seus times muitos não perdem nenhuma partida, com certeza prestam mais atenção a cada lance do que as lições descritas no quadro negro.
Seria essa a educação que queremos dar as gerações vindouras? O exemplo entoado por Bezerra da Silva que “malandro é malandro e mané é mané”. Com certeza queremos um mundo livre de manés, entretanto sabemos que a vida do malandro tem dois desfechos: cemitério ou cadeia.
Estamos acompanhando uma das eras mais obscuras na política nacional. A todo momento um novo nome aparece ligado à extorsão de cifras milionárias, quiçá bilionárias.
De mega empresários a presidentes da república, todos chafurdados na lama pútrida da corrupção.
O que vamos deixar para os nossos filhos e netos? E eu como espírita crente na lei da reencarnação, espero voltar pra esse planeta. O que vai restar pra mim?
Não da pra esperar mais, chegou a hora de arregaçarmos as mangas e lutarmos para que possamos ter um futuro digno.
Indiferente de que clube você torce, qual o seu partido político ou a fé que professa, precisamos nos unir, acreditar que ainda dá tempo.
Tempo de transformar esses serezinhos que nos são confiados pelo Pai Maior em homens e mulheres de bem. E só tem um jeito de fazermos isso; Dando o exemplo!

           Inibmort

Entry filed under: Esporte, Futebol, Inibmort, Política, Texto. Tags: , , , , , , , , , .

Rhea Seehorn 7 coisas que fazem uma mulher linda e que a maquiagem não pode fazer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Dabun’s Page


Desde 28/07/2.009

Estatísticas

  • 325,103 acessos

RSS RSS


%d blogueiros gostam disto: