Jovem fica um ano sem se depilar veja o resultado

Jovem fica um ano sem se depilar veja o resultadoMorgam Mikenas resolveu fazer algo considerado totalmente fora do normal.
.
A depilação é muito antiga. A rainha Cleópatra tinha o hábito de usar tiras de tecido que eram banhadas em cera quente de abelha para se depilar. Já na Grécia, a depilação era mais dolorida. Para se ter ideia, as moças bebiam vinho para aguentar a dor causada pela puxada dos pelos que era feita manualmente. As romanas usavam uma espécie de pasta, que era passada sobre a pele e arrancada com uma vara curva.
Por outro lado, durante alguns anos eles ganharam um significado importante. Deixar os pelos pubianos e das axilas crescerem significava um símbolo de feminilidade, além de ser atraente na época.
Segundo a historiadora Mary Del, os homens adoravam “mulheres peludas” sendo que os pelos tinham grande significado amoroso, usados inclusive em amarrações amorosas e feitiçaria.
Tudo começou a mudar quando a mulher foi inserida no mercado de trabalho. As tarefas eram pesadas e exigiam uma movimentação maior dos braços, com isso vestidos passaram a não ter mangas. O resultado foi uma cena inapropriada para época, já que ter pelos nas axilas era considerado “sexy”, então começaram a aconselhar as “moças de família” a arrancá-los.
Foi então que nasceu a depilação da forma que conhecemos. Os salões de beleza do Brasil começaram a anunciar o serviço por volta do ano de 1915, dando início a revolução da beleza. A lógica da depilação é bem simples e está inteiramente ligada ao modo de se vestir, com o passar dos anos as roupas que eram mais comportadas, passaram a se tornar mais curtas.
Por esse motivo, ter um corpo “peludo” acabou não se tornando esteticamente bonito aos olhos da sociedade. Então a depilação passou a ser tratada como uma forma de higiene, além de ser esteticamente “obrigatória” para mulheres elegantes..
Vários anos se passaram e o visual das mulheres mudou muito. Cada ano uma nova forma de se vestir surge no mercado sendo praticamente impossível seguir a tendência. Morgan Mikenas é uma modelo fitnes que resolveu fazer algo considerado “nojento” por muitas pessoas.
Ela resolveu passar cerca de um ano sem se depilar, tudo isso com o objetivo de mostrar para as mulheres que elas não precisam seguir padrões de beleza para serem lindas. E que devem viver de uma forma mais natural, sem a famosa ditadura popular da beleza padronizada.
O jovem resolveu postar fotos da diferença de seu corpo, após um ano sem se depilar. O resultado apesar de estranho, conseguiu transmitir o objetivo da moça, confira as fotos.
 .
Jovem fica um ano sem se depilar veja o resultado.
Jovem fica um ano sem se depilar veja o resultado.
Vi no Nintudo
 .

19 de junho de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

Raios e Trovoadas

Resultado de imagem para raios e trovoadas

A vida é uma mescla de sentimentos. Um dia de sol acordamos ressentidos, já em um dia chuvoso podemos estar radiantes. Não depende das condições climáticas externas para controlar as nossas emoções.
Todo final de semana eu abro o Getulina Jornal esperançoso das notícias que os recheiam e mais uma vez eu tenho certeza de morar na melhor cidade do país.
As colunas estão sempre enaltecendo a cidade sorriso, mostrando o último campeão ou as melhorias que estão sendo realizadas no nosso município.
Tudo é tão magnífico que fico imaginando os munícipes afora que também leem o GJ loucos de vontade de ter suas moradias aqui.
Não que eu esteja sendo cem por cento irônico, não estou culpando os editores desse nosso querido semanário, afinal eles publicam as matérias que lhes são enviadas.
Acho que um dos maiores culpados é este que vos escreve, que tirando o porta voz oficial da prefeitura, sou o único colaborador residente na cidade.
Lógico que ninguém faz propaganda de um produto que não engrandece sua marca, por isso seria utopia ler nessas páginas notícias como:
– A situação asfáltica do nosso município continua um caos;
– Faltou água mais uma vez e os moradores estão transtornados…
Até porque são seis meses de mandato e todos estamos vendo os esforços que prefeito, vice, vereadores e colaboradores estão fazendo para conseguir recursos e projetos.
Não vim aqui hoje reclamar da administração do Toninho, muito pelo contrário, vejo que quando é possível ele faz.
O que dizer do carnaval, da festa do peão e outras realizações culturais, não podemos dizer que foram as melhores de todos os tempos, pois estaríamos desmerecendo àqueles que se emprenharam ao fazer as pretéritas, porém foram eventos realizados com muito esmero, visando o que de melhor os recursos e os responsáveis poderiam alcançar.
Vim aqui hoje explanar uma situação que me deixou muito triste.
No sábado passado, como de costume, no período da manhã participo da Evangelização Infantil do Centro Espírita que frequento e quando não estou atrasado gosto de passar pela praça 9 de Julho pra ver o movimento.
Porém este sábado ensolarado, acabou me deixando nublado.
Ao chegar à esquina do Santander me deparei com mais um daqueles “pedágios” em que o pessoal estende uma corda entre as calçadas pra poder conter os carros que por ali passam, contudo já em frente ao supermercado Caliani percebi do que se tratava.
Minha estimada diretora D. Toninha estava ali recolhendo trocados para pagar dívidas da instituição que ela preside.
Não quero entrar no mérito de que estamos vivendo uma crise, se em decorrência da Lei 13.019 o terceiro setor não pode receber mais verba pra pagar dívidas…
Precisamos urgentemente descobrir um meio de auxiliar essa entidade.
Como disse em outras matérias, não adianta vir aqui e sair atirando a esmo, mas sim procurar soluções.
Quem sabe um leilão, uma quermesse, o bingo de um carro. Recordo-me que na administração passada na época que a Santa Casa não recebia recursos foi organizado dentro da prefeitura um rateio entre os cargos comissionados e todo mês chegava um montante que ajudava.
Acho que ninguém deve ser obrigado a fazer o que não quer, entretanto temos o dever de primar pelo que é nosso, pois em um pensamento no mínimo egoísta: se hoje nossos filhos estão criados, amanhã pode ser um neto que necessite dos cuidados da creche.
Bem… por hoje é isso, não quero nem entrar na questão do Núcleo, Asilo, Santa Casa, pois raios e trovoadas podem surgir a qualquer momento.

           Inibmort

17 de junho de 2017 at 16:00 Deixe um comentário

Rosanne Mulholland

Mais uma gata abrilhantando o cinema nacional:

Resultado de imagem para Rosanne Mulholland

Imagem relacionada

Imagem relacionada

Resultado de imagem para Rosanne Mulholland biquini

Resultado de imagem para Rosanne Mulholland

Imagem relacionada

Via Google Images

15 de junho de 2017 at 15:15 Deixe um comentário

Lars Ulrich: “Eu era o maior fã do Iron Maiden”

Por Igor SoaresFonte: Blog Flight 666

 

Em entrevista de novembro de 2011 para a Rhythm Magazine, o baterista do Metallica, Lars Ulrich, entre outras coisas declara todo o seu respeito e admiração ao baterista do Iron Maiden, Nicko McBrain. Confira alguns trechos.

Lars: “Nós sempre estivemos rodeados de britânicos. Nesses anos todos os managers das nossas turnês, nossos guias, os caras da nossa equipe, todos eram ingleses e por isso havia sempre um senso muito forte de cinismo e sarcasmo inglês e um pouco de humor áspero. Nós todos somos incríveis fãs do Iron Maiden, obviamente, e eu não acho que o Metallica estaria onde o Metallica está hoje se não fosse o Iron Maiden, não só abrindo o caminho, mas também por me inspirarem em 1981 a formar uma banda. Estávamos sentados ali gravando coisas para o ‘Garage Days’ em Los Angeles e foram sessões muito tranquilas, um dia começamos a fazer ‘Run To The Hills’, que é uma daquelas coisas que qualquer um poderia tentar a qualquer momento. Às vezes, aquelas harmonias podem ser um pouco complicadas para os caras da guitarra e acho que eles estavam um pouco chapados. Algumas pessoas pensaram que nós estávamos tomando o lugar de alguém, mas obviamente aquilo foi concebido como um tributo à nossa maneira…

Cerca de um ano depois, eu acho, quando nós terminamos o álbum ‘And Justice for All’ (1988), eu estava em Nova York na masterização do disco e o Iron Maiden estava tocando no Meadowlands, em Nova Jersey, provavelmente era julho de 1988. Então saí e fui para o show… Eles estavam fazendo a turnê do ‘Seventh Son Of A Seventh Son’, e eu estava ali em pé atrás do Nicko, olhando para ele. Acho que ‘Run To The Hills’ foi a primeira música do bis e ele me entregou as baquetas e apontou pra bateria. Eu estava tipo, ‘Né?’, então eu rastejei até as escadas e eu lembro de ouvir Bruce Dickinson me apresentar ao público, então eu comecei a tocar a ‘Run To The Hills’ na frente de 20.000 pessoas. Talvez eu tenha chegado quase tão longe como eu fiz na versão do Metallica que foi lançada. A coisa toda foi um desastre completo e eu acho que nem chegamos ao primeiro verso. Uma dica, nunca toque bateria em público quando estiver bêbado! Nós demos o melhor de nós, mas eu creio que não chegamos nem ao primeiro refrão.”

Veja no link a seguir o áudio da participação de Lars no show do Iron Maiden:
Metallica: ouça Lars Ulrich tocando com o Iron Maiden

Confira a entrevista completa no Blog Flight 666
http://ironmaidenflight666.blogspot.com/2011/11/lars-ulrich-…

Vi no whiplash

14 de junho de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

A MÚMIA – Trailer Oficial

Nas profundezas do deserto, uma antiga rainha (Sofia Boutella) cujo destino foi injustamente tirado está mumificada. Apesar de estar sepultada em sua cripta, ela desperta nos dias atuais. Com uma maldade acumulada ao longo dos anos, ela espelha terror desde as areais do Oriente Médio até os becos de Londres.

13 de junho de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

CONVITE

PALESTRA EM COMEMORAÇÃO

 AOS 78 ANOS DO C.E.

‘‘FÉ, AMOR E JUSTIÇA’’

PALESTRANTE: LUIS OTÁVIO HENRIQUE

TEMA: NOSSA FÉ TRANSPORTA TUDO?

Baseado no Capítulo no Capítulo 19 do ESE

DIA: 12/06 – HORÁRIO: 20:00

RUA WENCESLAU BRÁS, 954

GETULINA/SP

 

11 de junho de 2017 at 18:00 Deixe um comentário

78 anos

Diante aos dias difíceis que estamos encarando desde o momento do nosso nascimento, temos algumas zonas de conforto.
Alguns procuram no seio do lar seu refúgio ante os problemas, outros correm à procura da Natureza, muitos acreditam que sua paz está dentro de uma garrafa de bebida alcoólica.
Não estou aqui pra julgar, muito menos dar a receita de onde o amigo leitor pode encontrar o melhor lugar para ter alguns minutos de sossego.
Vou sim falar de mim, aonde toda a semana, pelo menos por uma hora e meia eu consigo desanuviar as tempestades que teimam em dar o ar da graça.
Estou falando do Centro Espírita.
Quem tem filhos pequenos em casa sabe que dificilmente encontraremos silêncio dentro desse local abençoado que habito.
 Porém toda Segunda-feira quando saio para abrir o C.E ‘‘Fé, Amor e Justiça’’, sei que aquele prédio já foi higienizado pelos irmãos da mais alta estirpe. Sabemos também que todos aqueles que se encontram naquele recinto procuram o mesmo que eu.
Desde o momento que acendo as luzes e coloco no pequeno rádio a música relaxante que vai tomando o nosso ser e nos levando ao encontro dos espíritos guardiões, recebemos os eflúvios salutares e as bênçãos divinas.
Aguardando silenciosamente a oração que dá início aos trabalhos já estamos preparados com o coração e ouvidos abertos para as explanações da noite.
Independente do tema abordado, muito menos do amigo que vos fala, sempre estamos recebendo presentes celestes, tanto pro adiantamento intelectual, como o moral.
A oração final, entremeada às vibrações, faz-nos doadores, após tanto termos recebido.
Já o passe vem reorganizar nossas energias para o enfrentamento da semana que está apenas começando.
Se existe um bônus dentro de uma Casa de Orações, com certeza a água fluída se encaixaria facilmente nesse status.
Isso que não citei da felicidade em encontrar amigos e de vez em quando recebermos alguma mensagem mediúnica.
Acredito que os responsáveis por tudo isso nos acompanha semanalmente da pátria maior, pois com certeza devem se orgulhar do trabalho que eles começaram no dia 13 de junho de 1939, há 78 anos.
Felicidade igual eles devem sentir de quarta-feira nas reuniões vespertinas e no Sábado com a evangelização infantil.
Por isso no dia de hoje, só podemos agradecer aos fundadores dessa Casa e a todos aqueles que vieram depois e a mantivera em atividade até os dias de hoje.
Obrigado!
.
Inibmort
.

10 de junho de 2017 at 15:00 Deixe um comentário

Posts antigos Posts mais recentes


Dabun’s Page


Desde 28/07/2.009

Estatísticas

  • 323,042 acessos