Posts tagged ‘banda’

Slash: Ele não tocou em “Black or White” de Michael Jackson

Por Thaís BortolozzoFonte: Brave Words & Bloody Knuckles

 Resultado de imagem para michael jackson slash

Nota de Jonathan Dekel, publicada no spinner.com, diz que SLASH manifestou seu desgosto pela linha de guitarra principal presente em um dos maiores hits de seu velho parceiro, MICHAEL JACKSON.

Em entrevista à CNN em 2010, tendo como tema principal a Semana Canadense de Música, o ex GUNS N’ ROSES teve a oportunidade de esclarecer o rumor de que havia tocado no hit de 1991, “Black or White”, de MICHAEL JACKSON.

“Eu nunca toquei (‘Black or White’)”, explicou o guitarrista. “Se você ouvi-la, aquilo é gay. Eu nunca tocaria aquilo”. Sem considerar o comentário sobre orientação sexual da sequencia de acordes, SLASH admitiu que sabe onde a confusão nasceu. “Eu toquei em ‘Give In To Me’ e no clipe de ‘Black And White’. Quando MACAULEY CULKIN aparece, sou eu tocando.”

Leia a reportagem na integra (em inglês) neste link.

Vi no Whiplash

16 de agosto de 2017 at 10:44 Deixe um comentário

10 curiosidades sobre bandas de rock famosas

Com tantos shows, turnês, gravações, viagens e até brigas, os músicos que estão há bastante tempo na estrada certamente têm muitas histórias para contar. Conheça então dez curiosidades sobre algumas das maiores bandas de todos os tempos:

10. Black Sabbath
Foi durante a turnê do álbum Heaven and Hell, em 1980, que Dio fez pela primeira vez o famoso gesto da mão chifrada. No entanto, a autoria do símbolo ainda é bastante contestada.
01

9. Metallica
Em 2013 a banda se apresentou na Antártida e tornou-se a primeira do mundo a fazer shows em todos os continentes.
02

8. Ramones
Johnny Ramone era extremamente organizado e anotava cada show, entrevista e aparição na TV da banda. Segundo suas anotações, os Ramones fizeram 2.263 shows durante a carreira.
03

7. Slayer
Coincidência macabra: o álbum God Hates Us All foi lançado no dia 11 de setembro de 2001.
04

6. Queen
Os membros do Queen costumavam viajar em aviões separados. A justificativa dos músicos era que, caso um deles sofresse um acidente, a banda seguiria em atividade com os que permanecessem vivos.
05

5. Iron Maiden
Em 1992 o grupo foi proibido de tocar no Chile graças à pressão da Igreja Católica, que considerava suas músicas incentivavam assassinato e satanismo.
06

4. KISS
Os decanos maquiados já apareceram ao lado da turma do Scooby-Doo em duas oportunidades: no episódio “What’s New, Scooby-Doo?” e no filme “Scooby-Doo! and Kiss: Rock and Roll Mystery”.
07

3. Judas Priest
Em 1989 a banda foi processada pelos pais de dois garotos que cometeram suicídio, afirmando que as letras da banda os incentivaram com mensagens subliminares. A banda afirmou que, se utilizassem mensagens subliminares, seria para fazer as pessoas comprarem mais discos.
08

2. Motörhead
O brasão na capa do álbum Motörizer faz referência à nacionalidade dos integrantes: os leões da Inglaterra são para homenagear Lemmy, as coroas da Suécia são para Mikkey Dee e o dragão do País de Gales faz alusão a Phil Campbell. O brasão ainda é completado pelo Snaggletooth, o mascote da banda.
09

1. Nirvana
Teen Spirit é o nome de um famoso desodorante nos Estados Unidos. Em certa ocasião, uma amiga de Kurt Cobain escreveu na parede “Kurt smells like Teen Spirit” (Kurt cheira a Teen Spirit), daí veio a inspiração para o nome da música.
10

Vi no Lista 10

9 de agosto de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

Há três anos…

Ramones: Morre o baterista e produtor Tommy Ramone

Por Vitor FranceschiniFonte: Dangerous Minds

Tommy Ramone, também conhecido como Thomas Erdelyi, o último membro sobrevivente original do Ramones morreu no dia 11 de julho de 2014 em sua casa em Ridgewood, no Queens, Nova Yorke. Ele tinha 62 anos (várias fontes diziam 65) e estava em cuidados paliativos após o tratamento para o câncer do ducto biliar (colangiocarcinoma). Claudia Tienan, sua parceira há 40 anos, pediu a Andy Schwartz, ex-editor do NY Rocker (entre muitos outros) para fazer o anúncio de sua morte.

Tommy e o guitarrista John Cummings (Johnny Ramone) se reuniram em uma banda de garagem no colégio chamada the Tangerine Puppets. Quando os Ramones se formou, ele seria o manager da banda, mas acabou se tornando baterista entre 1974-1978 e produziu vários álbuns da banda. Tommy sempre foi considerado o mais ‘normal’ dos Ramones.

Após deixar os Ramones, Tommy produziu álbuns dos Replacements e Redd Kross’s. Nos últimos anos ele fazia dupla com sua parceira Claudia Tienan tocando bluegrass/folk com o Uncle Monk. Tommy gravou com os Ramones “Ramones” (1976) “Leave Home” (1977) e “Rocket to Russia” (1977).

Vi no Whiplash

12 de julho de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

Ozzy Osbourne: os 10 discos de metal que ele mais gosta

Por Igor MirandaFonte: Rolling Stone

O vocalista Ozzy Osbourne escolheu os 10 discos de metal que ele mais gosta. A seleção foi feita durante entrevista para a Rolling Stone. A lista está em ordem alfabética.

AC/DC – “Highway To Hell” (1979)

Ozzy Osbourne: “Amo Brian Johnson, mas para mim, meu grande amigo, Bon Scott, foi o melhor cantor que o AC/DC já teve.”

Alice In Chains – “Facelift” (1990)

Ozzy Osbourne: “Um disco de estreia incrível. ‘Man In The Box’ é um clássico. Layne Staley era amável. É uma pena que ele não tenha conseguido controlar seus demônios.”

Guns N’ Roses – “Appetite For Destruction” (1987)

Ozzy Osbourne: “Um dos grandes discos de estreia da história. Não tem uma música fraca na lista.”

Judas Priest – “British Steel” (1980)

Ozzy Osbourne: “Os caras do Judas Priest não são apenas meus amigos de Birmingham, mas também uma das grandes bandas da história. Esse disco tem ‘Living After Midnight’, ‘Breaking the Law’ e ‘Metal Gods’. É um dos clássicos que vão permanecer pelo teste do tempo.”

Led Zeppelin – “IV” (1971)

Ozzy Osbourne: “Sempre fui um grande fã de Led Zeppelin. Todos os discos de estúdio são clássicos, mas esse é um dos meus favoritos entre todos.”

Megadeth – “Rust In Peace” (1990)

Ozzy Osbourne: “Nunca percebi o quão boa era essa banda até ouvir esse disco.”

Metallica – “Master Of Puppets” (1986)

Ozzy Osbourne: “Levei o Metallica para uma turnê comigo após o lançamento desse disco. É um marco para a banda e para o heavy metal.”

Motörhead – “Ace Of Spades” (1980)

Ozzy Osbourne: “Esse disco colocou o Motörhead no topo. A faixa-título é a ‘Paranoid’ do Motörhead. É um dos grandes hinos do metal e, para mim, uma banda não conseguiu o que deveria até fazer o seu hino próprio. Essa é o hino deles.”

Pantera – “Cowboys From Hell” (1990)

Ozzy Osbourne: “São os mais festeiros com quem excursionei. A guitarrade Dimebag brilha nesse disco. Deve estar na coleção de todo fã de metal.”

Rob Zombie – “Hellbilly Deluxe” (1999)

Ozzy Osbourne: “Rob Zombie também é alguém com quem excursionei. Ele é um artista de verdade em todo sentido e ‘Hellbilly Deluxe’ é o melhor dele, na minha opinião.”

Vi no Whiplash

28 de junho de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

Lars Ulrich: “Eu era o maior fã do Iron Maiden”

Por Igor SoaresFonte: Blog Flight 666

 

Em entrevista de novembro de 2011 para a Rhythm Magazine, o baterista do Metallica, Lars Ulrich, entre outras coisas declara todo o seu respeito e admiração ao baterista do Iron Maiden, Nicko McBrain. Confira alguns trechos.

Lars: “Nós sempre estivemos rodeados de britânicos. Nesses anos todos os managers das nossas turnês, nossos guias, os caras da nossa equipe, todos eram ingleses e por isso havia sempre um senso muito forte de cinismo e sarcasmo inglês e um pouco de humor áspero. Nós todos somos incríveis fãs do Iron Maiden, obviamente, e eu não acho que o Metallica estaria onde o Metallica está hoje se não fosse o Iron Maiden, não só abrindo o caminho, mas também por me inspirarem em 1981 a formar uma banda. Estávamos sentados ali gravando coisas para o ‘Garage Days’ em Los Angeles e foram sessões muito tranquilas, um dia começamos a fazer ‘Run To The Hills’, que é uma daquelas coisas que qualquer um poderia tentar a qualquer momento. Às vezes, aquelas harmonias podem ser um pouco complicadas para os caras da guitarra e acho que eles estavam um pouco chapados. Algumas pessoas pensaram que nós estávamos tomando o lugar de alguém, mas obviamente aquilo foi concebido como um tributo à nossa maneira…

Cerca de um ano depois, eu acho, quando nós terminamos o álbum ‘And Justice for All’ (1988), eu estava em Nova York na masterização do disco e o Iron Maiden estava tocando no Meadowlands, em Nova Jersey, provavelmente era julho de 1988. Então saí e fui para o show… Eles estavam fazendo a turnê do ‘Seventh Son Of A Seventh Son’, e eu estava ali em pé atrás do Nicko, olhando para ele. Acho que ‘Run To The Hills’ foi a primeira música do bis e ele me entregou as baquetas e apontou pra bateria. Eu estava tipo, ‘Né?’, então eu rastejei até as escadas e eu lembro de ouvir Bruce Dickinson me apresentar ao público, então eu comecei a tocar a ‘Run To The Hills’ na frente de 20.000 pessoas. Talvez eu tenha chegado quase tão longe como eu fiz na versão do Metallica que foi lançada. A coisa toda foi um desastre completo e eu acho que nem chegamos ao primeiro verso. Uma dica, nunca toque bateria em público quando estiver bêbado! Nós demos o melhor de nós, mas eu creio que não chegamos nem ao primeiro refrão.”

Veja no link a seguir o áudio da participação de Lars no show do Iron Maiden:
Metallica: ouça Lars Ulrich tocando com o Iron Maiden

Confira a entrevista completa no Blog Flight 666
http://ironmaidenflight666.blogspot.com/2011/11/lars-ulrich-…

Vi no whiplash

14 de junho de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

Metallica: Lars pressente que serão a primeira banda a tocar no espaço

.

O baterista do METALLICA, Lars Ulrich, disse que gostariam de ser a primeira banda a tocar no espaço. Em 2013, a banda estabeleceu um recorde mundial ao tocar em todos os sete continentes em um ano – completando o feito ao se apresentar para um grupo de 120 cientistas em uma cúpula transparente na Estação Carlini, na Antártida. Kirk Hammett relatou que ele sempre quis tocar “em um ônibus espacial, talvez na lua” enquanto eles estavam tocando em todo lugar da Terra.

E quando perguntado sobre a oportunidade de ser a primeira banda a tocar no espaço, o baterista Lars Ulrich disse que eles já “jogaram uma verde” para ver se isso poderia ocorrer algum dia.

Falando com o Siriusxm depois de um ensaio em Baltimore recentemente, Lars Ulrich mencionou: “Viver em San Francisco, que é a porta de entrada para o futuro, com todas essas coisas claramente sendo planejadas em San Francisco até certo ponto, é realmente sentir que estamos perto como jamais poderíamos estar”.

“Estamos ligados em alguns indivíduos – nada vale a pena dizer ainda. A manchete ‘Metallica promete tocar no espaço’ pode definitivamente não dar em nada”. Ele afirma: “Eu realmente não quero me comprometer com nada além de dizer que, se houver realmente uma possibilidade para que isso aconteça, então estaremos feliz no primeiro lugar na fila”.

“Eu acredito que nós temos mostrado ao longo das últimas décadas que esse entusiasmo, aquela sensação de aventura ainda arde em nós e que nós gostaríamos de, e dar todo o esforço possível para, fazer algo fora do comum acontecer, então fique olhando pro céu.”

Vi no Whiplash

31 de maio de 2017 at 14:41 Deixe um comentário

23/09/17 – Bon Jovi e The Kills (São Paulo – SP)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bruce William

SÃO PAULO TRIP – Concert Series vai fazer a cidade tremer entre os dias 21 e 26 de setembro de 2017. Será a maior viagem do ano.

23/09/2017 – Bon Jovi + The Kills

Local: Allianz Parque – Avenida Francisco Matarazzo, 1705 – Água Branca – São Paulo

Horários
Portão: 16h
The Kills: 20h
Bon Jovi: 21h30

SÃO PAULO TRIP

São Paulo é uma viagem. Aqui milhares de pessoas chegam e partem diariamente de seus aeroportos, rodoviárias e estações de trem, ou simplesmente pegam o carro e caem na estrada, como fez Jack Kerouac há seis décadas. SÃO PAULO TRIP será uma viagem sonora ao som de The Who, Bon Jovi, Guns ‘N’ Roses, Aerosmith, Def Leppard, The Cult, Alice Cooper. Uma sequência de shows que vai fazer São Paulo tremer ao som de quatro datas com bandas lendárias. O estádio Allianz Parque vai pendurar as chuteiras por alguns dias para receber milhares de fãs, que vão dançar e cantar ao som de shows inesquecíveis.

A maratona de shows do SÃO PAULO TRIP terá várias cores. A série de shows trará grandes bandas de rock, mas as próximas podem abrigar outras tendências. A produção será da Mercury Concerts, empresa de entretenimento que produz grandes turnês em toda América Latina. Com décadas de experiência em megashows e festivais em toda a região, a Mercury traz para a cidade as melhores bandas do rock mundial.

 

Vi no Whiplash

24 de maio de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

Posts antigos


Dabun’s Page


Desde 28/07/2.009

Estatísticas

  • 326,804 acessos