Posts tagged ‘conhecimento’

10 curiosidades para você saber mais sobre a Coreia do Norte

País mais fechado do mundo é repleto de peculiaridades, que vão desde o que é ensinado nas escolas até as datas em seu calendário. Mais do que isso, o modo como se vive na Coreia do Norte certamente causa estranheza em quem vive no Ocidente. Conheça, então, alguns dos costumes do País:

10. No pódio
A Coreia do Norte conquistou medalhas em todos os Jogos Olímpicos que disputou. Sua melhor participação foi nos jogos de Barcelona, em 1992, quando conseguiu 4 ouros.

9. O florescer dos ditadores
Na Coreia do Norte existe uma espécie de orquídea chamada Kimilsungia, que tem esse nome em homenagem ao ditador Kim Il-sung. Já seu filho Kim Jong-il foi homenageado com o nome de uma begônia, que passou a se chamar Kimjongilia.

8. Socialismo
Praticamente tudo é controlado pelo governo, que provê aos cidadãos saúde, educação, moradia e até um parque aquático na capital Pyongyang. Até mesmo barraquinhas de sorvete são propriedade do governo.

7. Já procurou hotel na internet?
O turismo vem crescendo na Coreia do Norte, sendo que a maioria dos turistas vem da Rússia, da China e do Japão. Cidadãos dos Estados Unidos e da Coreia do Sul, porém, costumam ter vistos de turista negados.

6. Cada macaco no seu galho
Segundo especialistas, a Coreia do Sul é hoje a parte menos interessada na reunificação das Coreias, pois isso lhe custaria bilhões de dólares. Já os Estados Unidos veem a reunificação com bons olhos, já que isso significaria ter um país aliado na fronteira com a Rússia.

5. Marche!
A Coreia do Norte possui o quinto maior exército do planeta. Mais de 1 milhão e 200 mil homens e mulheres compõem as forças armadas, que são controladas diretamente pelo Líder Supremo Kim Jong-un. Seus equipamentos, porém, não estão entre os mais modernos.

4. Datas comemorativas
A Coreia do Norte tem 10 feriados oficiais, dentre os quais se destacam o aniversário de Kim Jong Il (16/02), o aniversário de Kim Il-Sung (15/04), a morte de Kim Il-Sung (08/07), a fundação do Partido (10/10) e o Dia da construção do socialismo (27/12).

3. Religião?
Os norte-coreanos são seguidores do Juche. De acordo com estudiosos trata-se de uma espécie de doutrina que mistura diversas correntes filosóficas, que vão do Cristianismo ao Marxismo. Segundo o Juche, o indivíduo é o mestre de seu próprio destino.

2. Intercâmbio
Em 1996, o atual Líder Supremo Kim Jong-un, então com 12 anos, foi estudar na Suíça, onde ficou até 2000. Na ocasião ele levou consigo uma comitiva que incluía até seu próprio chef de cozinha.

1. E o salário ó…
A média salarial na Coreia do Norte é de cerca de 47 dólares por mês.

Vi no Lista 10

16 de outubro de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

A história secreta de Minerva McGonagall

A atual diretora de Hogwarts conta com um passado conturbado. Veja o que já foi revelado por J.K Rowling

A mãe de McGonagall fugiu de casa quando jovem

(mundo estranho/Mundo Estranho)

Isobel Ross, mãe de Minerva, se apaixonou perdidamente por Robert McGonagall, um ministro presbiteriano que vivia no mesmo povoado. Sabendo que os seus pais não aceitariam o seu casamento com um trouxa, Isobel decidiu fugir de casa para viver o amor proibido.

O problema é que ela demorou anos para finalmente revelar ao seu marido que era uma bruxa. Ele a aceitou do mesmo jeito, mas a revelação o chocou e a confiança entre o casal ficou abalada.

Ela é uma Hatstall

(mundo estranho/Mundo Estranho)

Hatstall é todo bruxo que faz com que o Chapéu Seletor demore para decidir a sua casa em Hogwarts. No caso de Minerva, a demora foi de pouco mais de cinco minutos. Ele ficou bastante indeciso se ela deveria frequentar a Grifinória ou a Corvinal. Depois de muito pensar, o Chapéu decidiu que ela se daria melhor na Grifinória.

A jovem Minerva foi uma excelente aluna e mostrou um talento especial para Quadribol, mas resolveu aposentar a vassoura depois de uma queda feia que a deixou com várias costelas quebradas.

Ela se apaixonou por um trouxa

(mundo estranho/Mundo Estranho)

Após se formar em Hogwarts, Minerva voltou para casa para aproveitar um último verão com sua família antes de ir para Londres ocupar uma posição no Ministério da Magia. Nessa ocasião, acabou se apaixonando por um trouxa, seguindo os passos de sua mãe.

Não demorou muito para o crush pedir a sua mão em casamento e ela aceitou imediatamente. Porém, enquanto criava coragem para contar aos seus pais, ela considerou o casamento que a sua mãe levava, com a varinha trancada e suprimindo a própria magia, e decidiu que não viveria assim.

No outro dia ela voltou para contar ao seu noivo que mudara de ideia sobre o casamento. Ele, que não sabia sobre a existência do mundo bruxo, nunca entendeu a razão de ter o seu coração partido.

O seu marido morreu tragicamente

(mundo estranho/Mundo Estranho)

Mesmo tendo decidido não se casar com o trouxa pelo qual se apaixonou na sua terra natal, McGonagall nunca deixou de amá-lo de verdade – tanto que recusou o pedido de casamento de um antigo amigo, Elphinstone.

Pouco depois da primeira derrota de Voldemort, Elphinstone insistiu na ideia do casamento. Ela aceitou com o pensamento de que deveria levar a sua vida adiante e com a condição de que manteria o seu nome de solteira. Eles passaram a viver em um pequeno chalé em Hogsmead. O casamento foi feliz, porém curto. Acidentalmente, Elphinstone foi morto por uma mordida de Tentáculos Venenosos.

Incomodada com a solidão, Minerva mudou-se para Hogwarts onde já lecionava; e destinou toda sua energia ao trabalho. Poucos notaram o quanto ela sofreu, com exceção de Dumbledore.

Vi na Mundo Estranho

9 de outubro de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

Cientistas editam genes do glúten e produzem trigo para celíacos

Em testes preliminares, pessoas sensíveis à proteína conseguiram tolerar a nova versão – que é 85% menos nociva que as convencionais

 .

Descobrir-se intolerante ao glúten significa dar um doloroso adeus ao pão na chapa de todas as manhãs. E à tradicional macarronada de domingo. E também aos bolos de aniversário – e a qualquer outra coisa que tiver em sua composição quaisquer traços de grãos como trigo, centeio e aveia.

Por mais que pareça exagero, é importante manter mesmo toda essa disciplina. Para quem é celíaco, consumir uma quantidade irrisória de glúten (como um pedaço pequeno de pão francês) pode ser suficiente para ativar sintomas desagradáveis, como vômitos e enjoos.

Como a lista de proibições é extensa, é normal que os intolerantes recorram a substitutos para esses quitutes. O problema é que preferir outros ingredientes não costuma ser uma escolha tão prazerosa, já que é graças ao glúten que achamos esses carboidratos tão gostosos. E a explicação para isso está justamente em sua composição: o glúten contém dois tipos de proteínas, as gliadinas e gluteninas, que garantem critérios como a extensibilidade e elasticidade da massa – e deixam pães e bolos com aquela aparência firme, mas fofinha.

Gliadina dá, gliadina tira. Além de garantir a consistência do pão, a proteína também contém a maior parte dos componentes nocivos aos celíacos. Moléculas não digeridas de gliadina, ao entrarem com contato com sua mucosa intestinal, causam um processo inflamatório que dá início aos sintomas.

A boa notícia é que um novo estudo espanhol se propôs a dar um fim neste dilema. Conforme descreveram no jornal Plant Biotechnology, os pesquisadores conseguiram editar geneticamente o glúten para remover parte de suas gliadinas – e desenvolver um trigo menos nocivo para quem tem doença celíaca ou intolerância.

Utilizando a técnica CRISPR (sigla em inglês para Repetições Palindrômicas Curtas Agrupadas e Regularmente Interespaçadas) os cientistas inutilizaram 35 dos 45 genes do trigo responsáveis por produzir a gliadina. Isso possibilitou a criação de um novo trigo – que despertou uma reação imune 85% menos intensa.

O retorno humano, ao menos no primeiro momento, também foi bastante favorável. Segundo disse Francisco Barro, um dos autores do estudo, em entrevista à New Scientist, o pão feito com o trigo geneticamente modificado conseguiu ser tolerado por 20 cobaias sensíveis ao glúten.

VI na Superinteressante

3 de outubro de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

10 mudanças no visual dos super-heróis ao longo do tempo

Em muitas oportunidades vários heróis resolveram viajar na maionese e mudar totalmente seu visual (mentira, quem viaja na maionese são os roteiristas, mas eles dizem que são os heróis). Confira, então, dez mudanças no visual dos supers ao longo do tempo e surpreenda-se com algumas:

.

10. “Nada de capas”
Em 2015 ocorreram mudanças radicais com o Superman: o Homem de Aço perdeu seus poderes, trocou seu conhecido uniforme por jeans e camiseta e passou a andar por aí de moto.
01

9. Banho de loja
Já o Justiceiro fez o caminho inverso em Marvel 2099. Deixou de lado jeans e camiseta para adotar um uniforme mais moderno.
02

8. Linguarudo
Também em Marvel 2099 fomos apresentados a uma versão mais assustadora do Hulk, com cabelos, unhas e, principalmente, língua enormes.
03

7. Trocando de biquíni sem parar
Apesar da repaginada que a Feiticeira Escarlate recebeu nos filmes recentes da Marvel, seu uniforme mais conhecido é o maiô vermelho junto com a máscara.
04

6. Visão cruzada
Na versão dos X-Men na Terra-616 o Ciclope tem um uniforme completamente novo, com um visor em formato de X.
05

5. Mudança de matéria-prima
Wolverine tinha garras de ossos antes de passar pelo experimento que revestiu seu esqueleto com Adamantium.
06

4. Aranha Negra
A versão Simbionte do Homem-Aranha surgiu nos quadrinhos em 1984. Em 2007 o uniforme preto do cabeça-de-teia foi reformulado para aparecer no terceiro filme da série.
07

3. Capitão América rubro-negro
Em 1987 Steve Rogers se rebelou contra o governo americano. Por isso ele trocou a cor azul por preta em seu uniforme e passou a se chamar apenas Capitão.
08

2. Themyscira Fashion Week
A Mulher-Maravilha dispensou o dourado e ganhou mangas em seu novo uniforme na animação “Liga da Justiça: Guerra”, lançada em 2014.
09

1. Um assunto muito polêmico…
No filme Batman e Robin (1997) fomos apresentados ao traje do Batman cheio de detalhes prateados e também ao inesquecível traje com bat-mamilos.

Vi no Lista 10

18 de setembro de 2017 at 10:27 Deixe um comentário

Por que comida congelada dura mais tempo?

A baixa temperatura impede a proliferação de microrganismos

Porque ela impede que os microrganismos no alimento se reproduzam, impedindo o apodrecimento. Até o período Neolítico, há mais de 10 mil anos, o homem só comia alimentos frescos, fossem caçados ou colhidos, pois as tribos eram nômades e não guardavam alimentos. Isso mudou quando se fixaram e começaram a armazenar a comida para os períodos de escassez, percebendo que, no frio, os alimentos duravam mais. Curiosas, as civilizações descobriram novas técnicas de armazenamento. Confira quais são elas.

(Ricardo Chucky/Mundo Estranho)

1) DEFUMAGEM

Usado com: Queijos, carnes e peixes
Nesse processo, o alimento é exposto à fumaça resultante da queima de madeira, serragem ou carvão. Essa fuligem contém compostos químicos como aldeídos, fenóis e ácidos alifáticos – todos com poder bactericida. Além disso, a exposição do alimento a altas temperaturas ajuda na preservação, pois o calor desidrata e forma uma casca externa, que funciona como um isolante

2) SAL

Usado com: Peixes, carnes e vegetais
Também conhecida como salmoura (quando adicionado água) ou cura, a técnica funciona porque a grande concentração de sal faz com que os microrganismos sofram desnaturação, ou seja, sua parede celular se rompe, incapacitando a sua reprodução e causando sua morte. O palmito em conserva, o bacalhau e a carne seca são frequentemente conservados assim

3) CONGELAMENTO

Usado com: carnes, vegetais, cereais e laticínios
Quando congelamos o alimento, a baixa temperatura impede a proliferação dos microrganismos, pois eles não conseguem se reproduzir em temperaturas mais baixas. Porém, o processo não mata as bactérias – e sim as torna inativas. Ao descongelar, elas voltarão a se reproduzir. Aliás, quanto maior o calor, mais rápido isso acontece, causando o apodrecimento da comida

Pergunta do leitor Rober Peixoto Silva Filho, Belo Horizonte, MG

CONSULTORIA George Piobello Silva, técnico em química

Vi na Mundo Estranho

5 de setembro de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

Dicas de Clash Royale para combos e estratégias de contra-ataque

Clash Royale é um jogo de cartas disponível para download no Android e iPhone (iOS), que exige do jogador criar uma estratégia para ganhar cada batalha. No game, você deve se proteger das tropas inimigas ao mesmo tempo que tenta destruir as torres do adversário. O primeiro a destruir a base oponente, vence. Neste tutorial, o TechTudo apresenta dicas de Clash Royale para melhorar seus ataques e estratégias no campo de batalha.

Antes mesmo de começar a partida, estude suas cartas. Assim você saberá as habilidades e limitações de cada uma. Depois, busque traçar uma estratégia para o deck, ele deve ser equilibrado e as tropas devem se complementar.

Confira cinco dicas para jogar Clash Royale:

Lançar as cartas de forma aleatória é a pior ideia a se fazer em Clash Royale. Isso facilita a partida para o adversário, e traz desvantagens imediatas para você. Ter uma carta na manga para surpreender o oponente ao final da batalha é essencial para vencer.

Evite jogadas óbvias e esconda o seu combo o máximo possível (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)
Evite jogadas óbvias e esconda o seu combo o máximo possível em Clash Royale (Foto: Reprodução/Dario Coutinho)
.

Portanto, quando o contador de elixir chegar a 10, escolha uma tropa barata e lenta para caminhar até que o oponente faça o primeiro movimento. Conhecido como “mind game”, dissimular um ataque é ideal para surpreender o adversário.

Lance tropas baratas e então ataque pelo outro lado com uma boa combinação. O combo mais comum é utilizar o Gigante e em seguida o Príncipe. O Gigante irá ser o alvo de todo o dano das tropas inimigas, abrindo espaço para o Príncipe atacar a torre diretamente.

O melhor ataque é o contra-ataque

Traçar uma boa estratégia pode não ser o bastante caso o oponente consiga anular a sua investida inicial. Por conta disso, o contra-ataque em Clash Royale chega a ser ainda mais importante do que o ataque.

Perder uma torre pode estar dentro do planejado ao utilizar decks mais lentos (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)
Clash Royale: perder uma torre pode estar dentro do planejado ao utilizar decks mais lentos (Foto: Reprodução/Dario Coutinho)
.

Durante uma investida de várias tropas, é comum que os jogadores esgotem todo o elixir na ansiedade de destruir rapidamente a torre inimiga. Ao saber anular o ataque inimigo com suas cartas, você terá tropas e elixir de sobra para contra-atacar. Ataque apenas quando tiver certeza de que poderá se defender.

Conheça os “counters”

Em Clash Royale é essencial conhecer cada carta e seus principais “counters”. Por exemplo: o Exército de Esqueletos (ao custo de quatro barras de elixir), anula completamente o popular combo de Gigante e Príncipe (que custa 10). Assim, sobrará seis barras de elixir a mais que o oponente, e você poderá guardar outras cartas um contra-ataque, pois ele terá que esperar o elixir se restaurar para invocar uma tropa de defesa.

As cartas mais utilizadas pelos jogadores para anular ataques inimigos (Foto: Montagem / Dario Coutinho)
Clash Royale: as cartas mais utilizadas pelos jogadores para anular ataques inimigos (Foto: Montagem /Dario Coutinho)
.

O ideal é montar um deck misto, que possa anular ataques com baixo custo de elixir. Tropas aéreas, por exemplo, podem anular diversos atacantes terrestres com facilidade. Bebê Dragão é uma das cartas mais versáteis do jogo. Ele é ideal para controlar o campo, pois sua bola de fogo atinge vários alvos com um único ataque.

Use os gigantes como escudo para tropas mais fracas

A estratégia mais comum de ataque em Clash Royale é utilizar o Gigante como escudo para tropas menores, pois ele sempre caminha em direção às torres inimigas. Assim, ele pode ser usado tanto para atacar quanto para defender. Sozinho ele chama a atenção para todas as tropas o atacarem em vez de suas torres.

Os gigantes são resistentes e podem servir de escudo para tropas menores (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)
Clash Royale: os gigantes são resistentes e podem servir de escudo para tropas menores (Foto: Reprodução/Dario Coutinho)
.

As combinações de cartas mais comuns com o Gigante são: Príncipe, Bombardeiro e Bruxa, mas ele também pode ser usado com Dragão. O Esqueleto Gigante custa uma barra de Elixir a mais, mas ele pode atacar tropas inimigas, e ainda solta uma bomba quando derrotado.

Cuidado com as magias

As magias de dano em área como Flechas, Bola de Fogo, Foguete e Raios podem beneficiar ou te prejudicar. De todas as cartas, elas são as que exigem maior precisão ao lançá-las a campo.

Uso correto da carta Flechas rendeu vantagem de elixir (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)
Clash Royale: uso correto da carta “Flechas” rendeu vantagem de elixir (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)
.

Por outro lado, as magias de dano em área podem virar uma partida facilmente. Por exemplo, as Flechas “limpam” o campo, neutralizando várias tropas pequenas de uma vez. Nos rankings mais altos, Gelo é utilizado tanto para interromper ataques inimigos quanto para congelar as defesas do oponente. Mas fique atento para não usar a magia em vão e perder seu elixir em seguida.

Não seja apressado

Destruir uma torre inimiga faltando mais de um minuto e meio para o fim da partida não significa a vitória. Em Clash Royale os apressadinhos são penalizados com viradas emocionantes.

Ganhar o jogo rapidamente, funciona apenas nos níveis iniciais (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)
Clash Royale: ganhar o jogo rapidamente, funciona apenas nos níveis iniciais (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)
.

O mesmo pode ser dito para aquela torre que está prestes a cair. Lançar todas as tropas na direção da torre mais fraca é uma estratégia muito previsível e pode consumir todos os seus recursos em vão.

Com calma, estude o deck do oponente para evitar que, ao concentrar todo o ataque de um lado, o inimigo contra-ataque por outro. Uma boa estratégia é mudar o foco do ataque e deixar a missão de destruir a torre com apenas 100 de HP para a Mini P.E.K.K.A ou Mosqueteira.

Vi no Techtudo

22 de agosto de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

Consumir álcool pode te deixar mais saudável

05

Após entrevistar 320 mulheres entre 35 e 69 anos que já haviam sofrido ataques do coração, o periódico americano Archives of Internal Medicine publicou recentemente um estudo que demonstrou que aquelas que ingerem uma dose de álcool por dia têm menor propensão a desenvolver doenças cardíacas ou ter pressão alta em comparação com mulheres saudáveis da mesma idade. Em homens, no entanto, o efeito é o contrário: consumir álcool regularmente faz aumentar as batidas do coração.

21 de agosto de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

Posts antigos


Dabun’s Page


Desde 28/07/2.009

Estatísticas

  • 331,674 acessos