Com uma virada espetacular e onde muitos, até os próprios fãs do time, disseram ser impossível, o New England Patriots venceu o Atlanta Falcons de virada por 34 a 28, no NRG Stadium, em Houston, no Super Bowl LI.

Esse foi o primeiro Super Bowl da história a ser decidido na prorrogação.

Quem foi dormir no começo do terceiro quarto, perdeu a maior decisão da história. Os Patriots chegaram a perder por 28 a 3 na metade do terceiro quarto e conseguiram uma reação que beirava o impossível, empatando a partida a 57s do fim com um touchdown e uma conversão de dois pontos.

Este foi o quinto título da história do New England Patriots – todos sob a batuta do técnico Bill Belichick e do quarterback Tom Brady – em nove finais disputadas.

Já o Atlanta Falcons lamenta o vacilo gigantesco e segue sem títulos depois de sua segunda aparição no Super Bowl. Nesta, a probabilidade de vitória do time da Geórgia chegou a ser 99% durante a partida.

  • 1º tempo arrasador

Depois de um primeiro quarto sem pontos, com as defesas prevalecendo, e muitos punts, o Atlanta Falcons começou o segundo período com tudo. Devonta Freeman anotou um touchdown terrestre para abrir o placar.

Mais uma campanha ruim do ataque dos Patriots, e a bola voltou para as mãos de Matt Ryan, que conduziu uma campanha que resultou num passe para o touchdown de Austin Hooper.

Já com o 14 a 0 no placar, os Falcons ampliaram a vantagem quando Robert Alford retornou uma interceptação para touchdown perto do two-minute warning.

  • Gaga entra em cena

GETTY

Lady Gaga em sua performance no show do intervalo do Super Bowl LI
Lady Gaga em sua performance no show do intervalo do Super Bowl LI
.

Os Patriots ainda conseguiram um field goal antes do intervalo. E foi aí que Lady Gaga, a grande atração do período, entrou em cena.

Começando sua performance do teto do NRG Stadium, Gaga deixou os fãs ao redor do mundo boquiabertos com uma performance de arrasar.

A cantora emplacou os hits “Poker Face”, “Born This Way”, “Telephone”, “Just Dance”, “Million Reasons” e fechou o show do intervalo com “Bad Romance”, numa performance que reuniu dança, interação do público e pirotecnias.

  • A vaca tinha tudo pra deitar…

Os Patriots ainda anotaram um touchdown, mas Stephen Gostkowski errou o extra point, deixando a liderança dos Falcons em 28 a 9. New England também tentou o onside kick, mas sem sucesso.

Dali em diante, a estrela de New England começou a brilhar. Os Patriots anotaram 19 pontos em sequência – e isso só foi possível graças uma recepção milagrosa de Julian Edelman, que contou com a ajuda da canela do defensor, no último quarto.

  • MVP!

A defesa dos Falcons não conseguiu reagir, e os Patriots anotaram um touchdown e fizeram uma conversão de dois pontos a 57s do fim para empatar. Atlanta não foi bem, e o jogo foi para a prorrogação.

No tempo extra, os Patriots ganharam o cara ou coroa e logo na primeira campanha acabaram com o jogo num touchdown de James White.

O MVP do jogo obviamente foi Tom Brady, que aos quase 40 anos de idade. O camisa 12 acertou 43 dos 62 passes que tentou, para 466 jardas (um recorde no Super Bowl), dois touchdowns e uma interceptação.

Vi na ESPN