Posts tagged ‘Música’

Led Zeppelin: Robert Plant e a possibilidade de uma reunião

Por Bruce WilliamFonte: BlabbermouthTradução

Durante entrevista com a Press Association, foi perguntado a Robert Plant se nos 50 anos de aniversário do Led Zeppelin, além dos inevitáveis lançamentos de material de arquivo, havia a possibilidade de um show com os membros sobreviventes da banda.

O vocalista respondeu, em tom de piada que isto vai acontecer em uma lanchonete barata. “Acho que é o mais próximo que teremos de algo assim. Somos muito satisfeitos e realizados com nossa curta, muito curta carreira. Se você pensar, foram apenas 12 anos. Pra nós está tudo de boa, mas você sabe…”

Vi no Whiplash

11 de julho de 2018 at 10:00 Deixe um comentário

Capital do Metal:

.

Conheça a cidade finlandesa que ganhou esse título

Por Igor MirandaFonte: EFE

A cidade de Lemi, no sudeste da Finlândia, foi coroada a “capital mundial do heavy metal” após um concurso realizado pelo Ministério das Relações Exteriores finlandês, em parceria com a Sony Music e o festival Tuska. O município de 3 mil habitantes agora é reconhecido como o local com maior número de bandas de metal per capita: 13 grupos.

A quantidade de bandas de metal per capita em Lemi equivale a 422 para cada 100 mil habitantes, uma média oito vezes maior que a da Finlândia como um todo. Em segundo lugar, ficou a cidade de Joensuu – 177 grupos para 76 mil habitantes. A média é menor – 233 para cada 100 mil pessoas -, porém, o número absoluto de conjuntos do gênero musical em questão é maior.

A Finlândia também é conhecida, no geral, por ser “a terra do heavy metal”, pois tem 5,5 milhões de habitantes e cerca de 3 mil grupos do estilo – 53 para cada 100 mil habitantes. É do país nórdico que vieram nomes como NightwishStratovarius, Children Of Bodom, Apocalyptica, Lordi e HIM, entre muitos outros.

O título de “capital mundial do heavy metal” será entregue a Lemi no fim deste mês de junho, na próxima edição do Tuska Festival. Durante o evento, o prefeito Jussi Stoor receberá a nomeação oficial de “prefeito honorário do heavy metal”.
.
Vi no Whiplash
.

4 de julho de 2018 at 10:00 Deixe um comentário

AC/DC: “Are You Ready” em comercial da Coca-Cola para a Copa do Mundo

Por Igor Miranda

A música “Are You Ready”, do AC/DC, foi utilizada pela Coca-Cola para um comercial de TV. A propaganda tem como tema a Copa do Mundo de Futebol, que está sendo realizada na Rússia.

O comercial está sendo exibido pela Coca-Cola há algumas semanas. Contudo, o vídeo ganhou destaque após sua exibição antes da cerimônia de abertura da Copa.

Assista a seguir.

“Are You Ready” faz parte do 12° disco de estúdio do AC/DC, “The Razors Edge”, de 1990. Foi lançada como single em março de 1991.

Comente: O que você achou do comercial?

Vi no Whiplash

20 de junho de 2018 at 10:00 Deixe um comentário

Lobão: novo disco será de covers de rock nacional dos anos 80

Por Igor MirandaFonte: G1

O músico Lobão anunciou que vai lançar um novo disco, intitulado “Antologia Politicamente Incorreta dos Anos 80 Pelo Rock”. O álbum duplo, que chegará em junho, conta com 24 hits do rock nacional da década de 1980.

Anatole Klapouch - Divulgação

Anatole Klapouch – Divulgação

A inspiração para “Antologia Politicamente Incorreta dos Anos 80 Pelo Rock” é o livro “Guia Politicamente Incorreto dos Anos 80 Pelo Rock”, escrito por Lobão e lançado em 2015. A obra trata, justamente, da produção do rock no Brasil durante a década de 1980.

Em “Antologia Politicamente Incorreta dos Anos 80 Pelo Rock”, Lobão conta com a banda Os Eremitas da Montanha para apoio. O quarteto é composto por Christian Dias (guitarra), Augusto Passos (baixo e voz), Armando Cardoso (bateria) e Felipe Faraco (teclados).

Músicas de Rita Lee, Lulu Santos, Capital Inicial, Ultraje A Rigor, Ira!, Engenheiros do Hawaii, Legião Urbana, Paralamas do Sucesso e Cazuza, entre outros, entraram na lista de regravações. Veja, a seguir, a capa e a tracklist de “Antologia Politicamente Incorreta dos Anos 80 Pelo Rock”.

1. Ôrra meu (Rita Lee, 1980)
2. Planeta água (Guilherme Arantes, 1981)
3. Vítima do amor (Evandro Mesquita, 1982)
4. Nosso louco amor (Júlio Barroso e Herman Torres, 1983)
5. Certas coisas (Lulu Santos e Nelson Motta, 1984)
6. Eu não matei Joana D’Arc (Marcelo Nova e Gustavo Mullen, 1984)
7. Geração coca-cola (Renato Russo, 1985)
8. Leve desespero (Fê Lemos, Flávio Lemos, Dinho Ouro Preto e Loro Jones, 1985)
9. Louras geladas (Paulo Ricardo e Luiz Schiavon, 1985)
10. Primeiros erros (Chove) (Kiko Zambianchi, 1985)
11. Nós vamos invadir sua praia (Roger Moreira, 1985)
12. Núcleo base (Edgard Scandurra, 1985)
13. Até quando esperar (Philippe Seabra, Gutge e André X, 1986)
14. Dias de luta (Edgard Scandurra, 1986)
15. Toda forma de poder (Humberto Gessinger, 1986)
16. Pânico em SP (Clemente Nascimento, 1986)
17. Eu sei (Renato Russo, 1987)
18. Virgem (Marina Lima e Antonio Cícero, 1987)
19. Esfinge de estilhaços (Lobão, 1988)
20. Quase um segundo (Herbert Vianna, 1988)
21. Somos quem podemos ser (Humberto Gessinger, 1988)
22. O tempo não para (Arnaldo Brandão e Cazuza, 1988)
23. Lanterna dos afogados (Herbert Vianna, 1989)
24. Azul e amarelo (Lobão, Cazuza e Cartola, 1989)

Vi no Whiplash

13 de junho de 2018 at 10:00 Deixe um comentário

Qual é a música

Resultado de imagem para carro pedágio

Estava eu, dia desses, trocando ideia com um amigo que trabalhou em um pedágio por muitos anos.
Contava-me de uma mania que adquiriu com o passar do tempo.
Relatou-me que começou anotar qual o carro, local da placa e numa identificação de segundos o tipo da pessoa que conduzia o veículo e de seus acompanhantes, mas principalmente o que eles ou o condutor estava ouvindo no momento em que passavam na sua cabine.
Tudo começou quando se deparou com uma camionete repleta de boias frias e não só dentro do veículo, mas uma caixa de som na parte traseira tocava em alto e bom som um punk rock das antigas.
Ficou impressionado com a discrepância daquela cena.
Logo começou a reparar que nem sempre a trilha sonora condizia com o que os seus olhos viam.
Confidenciou-me que a maioria das senhoras que conduzem carros de alto valor ou escutam MBP, as grandes divas americanas ou na maioria das vezes preferem as músicas sortidas das rádios.
Já os senhores dessa mesma faixa preferem música sertaneja dos anos 90 pra trás ou algo mais clássico como música orquestrada, MBP ou também a estação de rádio.
A maioria dos jovens estão sempre ouvindo esse tal de sertanejo universitário.
Funk e Rap bem pouco se ouvia.
Rock e música eletrônica são as preferidas de que tem carro esporte.
Me disse que com o tempo começou a anotar suas “pesquisas” em um caderninho.
Claro que eu curioso quis dar uma olhada nessa preciosidade.
E bem naquele dia ele estava com o seu companheiro de anotações.
Abri aleatoriamente:
Monza verde, placa de Sergipe, mulata bem vestida, música: Let it be dos Beatles.
Opala, mais ou menos 75, branco, Sorocaba, garoto de uns 22 anos, música: Mucuripi do Fagner.
Mas como você identificava todas essas músicas? Perguntei.
Ele me respondeu que gostava muito de todo tipo de música e as que ele não conhecia acabava perguntando pro condutor.
Também me disse que agora com esses sistemas multimídia, ele conseguia se posicionar de uma maneira para ler o nome da música no visor.
Continue a observar.
Gol 2.0 vermelho, Marília, Homem de meia idade, Música Pai do Fábio Junior, observação “seus olhos estavam marejados de lágrimas”.
Ferrari preta, São Paulo, senhor de uns 60 anos, Música: Tristeza do Jeca, Tonico e Tinoco.
Ele me contou que bem pouco era surpreendido, mas algumas vezes ele teve que disfarçar a reação de surpresa na frente do motorista.
– Teve uma vez que passou um Fusca amarelo, com a placa de Três Lagoas, conduzido por um Padre, de batina e tudo e ele estava ouvindo Metallica.
– Outra vez, um cara grandão, com o braço todo tatuado, imagino que era a namorada, dormindo do lado, num Porche desses caríssimos, placa de Curitiba ouvindo música clássica, Bethovem, Vivaldi, alguns desses compositores famosos.
– Contudo de todos que eu já vi passar, ouvindo toda a gama de música, nada me deixa mais feliz, do que essas SUV com um montão de crianças, pai, mãe, cachorro, fazendo uma algazarra cantando canções infantis.

               Inibmort

“Esta é uma obra de ficção, qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.”

8 de junho de 2018 at 10:00 Deixe um comentário

Iron Maiden: a semelhança com uma capa do Earth Wind & Fire

Por Leonardo Teixeira

Mas será que a originalidade também está presente nas capas dos álbuns ? A resposta é sim, pois como falar em IRON MAIDEN e não lembrar do Eddie, que aparece em todas as capas do Maiden ? Eles realmente são originais até em suas capas, mas será que em todas? Há uma controvérsia sobre a semelhança da capa do álbum “Powerslave” (1984) com a do “All ‘N All” (1977) da banda estadunidense EARTH, WIND & FIRE, veja na imagem abaixo:

Há quem diga que é uma cópia descarada, enquanto outros dizem que as duas bandas apenas beberam da mesma fonte de inspiração. Independente das opiniões, não se pode negar que as capas são no mínimo parecidas.

Vi no Whiplash

6 de junho de 2018 at 10:00 Deixe um comentário

Shaman: Luis Mariuti comenta reunião para um único show

Por Bruno Dias GonçalvesFonte: Facebook

Luis Mariuti, ex-baixista do Angra e do Shaman anunciou em sua fan page oficial a reunião da formação original do Shaman para uma única apresentação

“Fico muito feliz em anunciar que nossos esforços deram certo e que depois de 12 anos de espera o Shaman original está de volta para um único show! Uma conquista dos fãs para mim, que particularmente ansiava por isso.

Dia 22 de setembro na Audio em São Paulo, será um show épico tocando os dois álbuns da banda, Ritual e Reason.

Valeu pessoal!!!”

Vi no Whiplash

30 de maio de 2018 at 10:00 Deixe um comentário

Posts antigos


Dabun’s Page


Desde 28/07/2.009

Estatísticas

  • 369,966 acessos