Posts tagged ‘Família’

A Escola dos meus filhos

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, criança, bebida e área interna

Foi com uma grande alegria que semana passada recebi do meu “Ratinho”, como chamamos carinhosamente o nosso caçula, um convite para Exposição sobre Dinossauros que aconteceria na sua escola, a EMEIF” Padre Cornelis Adrianus Van Gils”.
Ignorando os superlativos exaltados por minha esposa, que trabalha na escola, em razão da magnitude do projeto, lá fui eu, esperando encontrar projetos consoantes a idade dos alunos daquela instituição.
Surpresa maior eu tive ao adentrar a primeira sala temática, com um corredor que revelava a origem do universo, com um Sol tentando vencer a escuridão em meio ao nascimento de planetas. Adentrando a sala nossos olhos e ouvidos encontraram uma demonstração da vegetação pré-histórica, envolta com um vulcão a expelir lava, dinossauros das mais diferentes gamas e até o áudio dos sons guturais expelido pelos mesmos.
Mais a frente nas próximas salas, além do reconhecimento das espécies narrada pelos alunos, ainda assistimos um curta metragem em três dimensões sobre a história de um filhotinho de T-Rex.
Especialmente pra mim, o melhor ficou para o final, pois me encantei com três fantoches dos extintos répteis, que em comunhão com um dos professores conseguiram tirar gargalhadas desse amigo que vos fala.
O bônus é enfiar as mãos num líquido viscoso e tentar adivinhar a espécie que está escondida ali. E o passeio não terminava sem um mimo. Um pequeno dinossauro para montarmos em forma de quebra-cabeça.
Parabenizo aqui todos os responsáveis pelo evento, que me remeteu às feiras de ciências da extinta FAL (Faculdade Auxilium de Lins), decorrente da grandiosidade e beleza com que tudo foi confeccionado.
Nesta semana, exatamente na quarta-feira, recebi outro convite, dessa vez do meu mais velho. Encerrando o ciclo do ensino fundamental ele e seus colegas de quinto ano receberiam o certificado de conclusão de curso.
Mais uma vez direção, coordenação e professores não mediram esforços para proporcionar aos pais, familiares, amigos e alunos muito mais que uma simples cerimônia, mas uma grande festividade.
Com apresentações teatrais e musicais, além do momento único em que o aluno recebe das mãos de seu professor o Certificado, tudo estava muito bonito e se cabe a palavra: “profissional”.
Mais uma vez exalto minha preferência, que não foi o momento em que meu garoto encerrou a apresentação dedilhando o teclado com duas músicas, mas sim o vídeo produzido com os formandos. Confesso que fui tomado por lágrimas, afinal são 7 anos de convivência entre as quatro classes homenageadas.
Principalmente por que nesse momento outro pensamento bailava em minha cabeça, o da despedida.
Infelizmente alguns desses alunos, inclusive meu filho, vão se desgarrar da companhia dos amigos e partirão para uma escola particular.
Não foram poucas as discussões que eu e minha esposa tivemos ao tomar essa decisão, porém a razão prevaleceu e achamos melhor ele não continuar no ensino público.
As causas são variadas, e está muito longe de se referir simplesmente a clientela, afinal ele estaria envolto com os mesmos alunos que vem estudando desde os primeiros anos escolares. Entretanto o que mais nos preocupa é o corpo docente, que está cada vez mais escasso.
Acompanhamos constantemente professores lecionando matérias ao qual não possuem o certificado para tal ofício e, sobretudo a quantidade de aulas que ficam sem ser ministradas pela falta do educador.
Se por um lado a educação proferida pela municipalidade mostra seus méritos cada vez mais conceituados, estamos acompanhando as escolas estaduais, aonde eu e minha esposa passamos por todas as etapas, se deteriorando cada dia um pouco mais.
Não foram poucas as vezes que sugeri que nós pais, não poderíamos deixar as coisas como estão e participarmos efetivamente da vida escolar, caso nossos filhos ficassem na escola pública, mas infelizmente, como conhecedora do meio, minha esposa me convenceu que por enquanto o melhor são as escolas particulares.
Ainda bato na tecla e tenho certeza que diretores, coordenadores e professores ao qual o ensino estadual encontra-se sob a sua responsabilidade, estão se esforçando para que suas instituições voltem a ter o mesmo prestígio das áureas épocas e que pra isso, os mais interessados devem unir forças para que possamos ter novamente um ensino de qualidade.

                   Inibmort

15 de dezembro de 2017 at 9:00 Deixe um comentário

O FAROL DE NATAL

Edição de Dezembro

Clique na foto abaixo para adquiri-lo:

O Farol 2

Para contemplar todas as edições, clique na figura abaixo:

Farol

1 de dezembro de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

O FAROL # 113

Edição de Novembro

Clique na foto abaixo para adquiri-lo:

O Farol 2

Para contemplar todas as edições, clique na figura abaixo:

Farol

3 de novembro de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

O FAROL # 112

Edição de Outubro

Clique na foto abaixo para adquiri-lo:

O Farol 2

Para contemplar todas as edições, clique na figura abaixo:

Farol

29 de setembro de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

O FAROL # 111

Edição de Setembro

Clique na foto abaixo para adquiri-lo:

O Farol 2

Para contemplar todas as edições, clique na figura abaixo:

Farol

1 de setembro de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

Agosto

Resultado de imagem para agosto

Muitos desdenham o mês de Agosto, seja por ser um mês de trinta e um dias sem feriados nacionais ou por uma época do ano em que as variações climáticas fazem você levantar e se deparar com um frio intenso, durante o dia o calor fica um insuportável e a noite o frio volta com força total.
Porém Agosto me proporcionou alguns presentes que guardo com imenso carinho.
O primeiro não é surpresa pra ninguém, isto, estou falando do dia dos pais, porém meu digníssimo progenitor veio ao mundo exatamente no dia vinte e sete desse mês.
Claro que em uma simples página de jornal não caberia todos os adjetivos para classificá-lo, palavras como honestidade, hombridade, gentileza, coragem, podem muito bem moldá-lo, porém isso é muito pouco para designar o Sr. Reinaldo Trombini, que durante esses quarenta e dois anos de convívio quase que diariamente vem me ensinando como me portar nessa vida. Sua paciência se sobressai dentre todas as suas virtudes, o carinho com que nos trata e principalmente minha gratidão pelo que vem fazendo aos meus filhos.
Como agradecer tudo que ele me faz e me ensina, desde os primeiros chutes, às noites no rancho, até como me portar durante os tempos difíceis. Os altos e baixos da vida ficam muito mais fáceis ao seu lado. Obrigado pai, por ter sido mais que um herói, por ter sido meu pai.
Uma coincidência enorme acontece no dia 12, afinal nesse dia, mas em anos diferentes veio ao mundo três camaradas, três amigos que eu vou levar pra sempre comigo. Rodrigo Morales Frota ou Didão, Cristiano Gouveia de Assis, o Macarrão e o Dr. Luiz Fernando Campos Marques Junior, também conhecido como Juninho.
Durante a nossa vida a gente faz uma infinidade de “amigos”, que com o tempo se tornam colegas ou apenas conhecidos, porém esses três “chapas”, indiferente dos locais e épocas em que nos encontramos a amizade continua a mesma. Se amigos são tesouros na Terra, por um bom tempo eu fui um milionário por tê-los como irmão.
Infelizmente as correrias dessa vida tem nos afastado, o trabalho, os filhos, a distância daquele que não reside mais aqui são entraves para colocarmos a conversa em dia, porém todas às vezes que nos encontramos é como se continuássemos uma prosa que tivemos no dia anterior.
Nunca me esqueço quando li que no dia 12 de Agosto comemorava-se o dia do Gênio ou Anjo da Humanidade. E posso afirmar com toda razão que eles poderiam receber esse título.
Porém foi no dia dezoito que o mundo deu-nos de presente um verdadeiro anjo, principalmente pra mim.
Agora estou falando da minha senhora, Luciana Beatriz Arioli Trombini, que nessa sexta-feira completou mais uma etapa da sua existência.
Mulher independente, como ela gosta de frisar, como seu nome diz é a luz que veio endireitar os meus caminhos. Tem a força de um Leão e a docilidade do mais puro mel.
Mãe, dona de casa exemplar, parceira, amiga, profissional modelo, não se deixa abater com as intempéries da vida.
Após o advento das redes sociais, vira e mexe ela é requisitada pelos amigos solicitando ajuda e conselhos. Sempre disposta a colaborar, nunca se entrega ao cansaço, mesmo com toda a carga que lhe é depositada em suas costas de cuidar das crianças alheias, ainda tem tempo pra dar atenção a todos nós, principalmente aos dois rebentos que de seu ventre saiu.
Por isso minha amada esposa, a cada dia o meu amor se transforma em orgulho por ter sido o seu escolhido.
Pai, esposa, amigos… é com grande alegria que saudamos esse mês que de desgosto não tem nada, tem sim de tempero, de alegria, de vida ao gosto de Deus!

             Inibmort

19 de agosto de 2017 at 16:00 Deixe um comentário

O FAROL # 110

Edição de Agosto

Clique na foto abaixo para adquiri-lo:

O Farol 2

Para contemplar todas as edições, clique na figura abaixo:

Farol

28 de julho de 2017 at 10:00 Deixe um comentário

Posts antigos


Dabun’s Page


Desde 28/07/2.009

Estatísticas

  • 336,338 acessos

RSS RSS