XII SEMANA ESPÍRITA DE GETULINA

Sem Esp

10 de abril de 2015 at 8:03 Deixe um comentário

11 questões sem resposta em desenhos animados clássicos

Publicado no Mega Curioso

1 – Por que o Tarzan está sempre barbeado e com a pele lisa se ele viveu a vida toda na floresta? Seria ele o primeiro metrossexual do mundo?

tarzan

2 – Se o Vingador da Caverna do Dragão tem asas, por que ele usa o cavalo para voar?

vingador

3 – Por que a Chapeuzinho Vermelho precisou fazer tantas perguntas até notar que era o Lobo Mau no lugar da Vovozinha?

chapeuzinho

4 – Já que o Coyote gasta tanto dinheiro encomendando produtos da ACME para capturar o Papa-léguas, por que não manda entregar comida para matar a fome?

coyote

5 – Por que a roupa de combate do He-Man é de gosto tão duvidoso?

heman I

6 – Por que a roupa “à paisana” do He-Man é de gosto tão duvidoso?

heman II

7 – O que tinha no espinafre do Popeye que o deixava tão “animado”?

popeye

8 – Como os 7 Anões conseguiam ficar tão animados e cantantes após 20 horas de trabalho exaustivo? Seria “espinafre”?

anões

9 – Será que o Dick Vigarista ganharia uma corrida se parasse de se preocupar em trapacear mesmo estando em primeiro?

dick

10 – Por que o Salsicha está sempre com fome demais?

scooby

11 – Por que tantos grandes vilões querem destruir o universo? Caso consigam, onde pretendem morar?

vilões

Vi no Pava Blog

21 de abril de 2015 at 8:21 Deixe um comentário

Star Wars: Trailer

Dezembro é logo ali:

20 de abril de 2015 at 15:00 Deixe um comentário

TIRINHA: STAR WARS

Star Wars - O Despertar da Força

Vi no Kibe Louco

20 de abril de 2015 at 8:07 Deixe um comentário

DIA DE DESAPEGO

Como já estamos acostumados, toda sexta-feira posto um texto meu (Inibmort) aqui no blog, porém quando bati os olhos no texto abaixo senti que as ideias casam exatamente com o que penso, então não consegui pensar em nada pra escrever, afinal já estava escrito.

Apreciem!

          Gosto muito de uma canção de Lulu Santos chamada Como Uma Onda, que você talvez conheça. A música começa com a seguinte estrofe: “Nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia; tudo passa, tudo sempre passará; a vida vem em ondas como o mar, num indo e vindo infinito. Tudo o que se vê não é igual ao que a gente viu há um segundo; tudo muda o tempo todo no mundo”. O compositor mostra a impermanência da vida, ou seja, as constantes transformações a que tudo e todos estão sujeitos. Tudo passa, tudo sempre passará. A vida vem em onda, ou seja, hoje estamos de um jeito, amanhã de outro. Hoje temos saúde, amanhã enfermidade. Hoje moramos numa cidade, amanhã estamos em outro país. Hoje temos o convívio de uma pessoa querida, amanhã ela nos deixará. Hoje temos prestígio social, amanhã estaremos no anonimato. Hoje temos posses, amanhã as finanças estarão em crise. Tudo muda. A vida vem em ondas, horas de mar calmo, períodos de mar agitado.

          Todavia, nem sempre nos preparamos para as inevitáveis mudanças, temos um sentimento de apego muito forte. Joanna [de Ângelis] nos esclarece que esse apego às pessoas e coisas é o grande responsável por muitos sofrimentos*. O apego representa a ilusão que temos para deter a marcha dos acontecimentos.

          Para viver sem sofrimento devemos evitar o apego exagerado às pessoas e às coisas. Não é viver indiferente, sem paixão, sem intensidade. É viver sem o sentido de posse. É viver aproveitando cada experiência, cada relacionamento, com se fosse a última vez que você estivesse naquela situação. Se soubesse que hoje seria o último dia de sua vida, como você se comportaria? Ligaria para quem? Declararia seu amor a alguém? Pediria perdão? Perdoaria? Visitaria algum amigo? Abraçaria seu filho, sua esposa, seu marido? Ouviria sua música preferida? Isso é viver cada segundo da sua existência como se fosse a própria eternidade.

          Lembre-se: você é apenas um passageiro da vida. Sinta-se como uma onda no mar; um dia as areias da praia receberão seus braços. Não se apegue a nada. Nada lhe pertence definitivamente. As pessoas da sua família não são sua propriedade, apenas lhe fazem companhia na grande viagem que fizemos a este planeta. O dinheiro, o poder, o prestígio social, a cultura e a própria beleza são ferramentas que a vida nos emprestou para alcançarmos o desenvolvimento das nossas potencialidades. Você não é o seu carro, a sua empresa, a sua família, a sua religião, o seu país, o seu clube esportivo, os seus títulos acadêmicos. Não somos donos de nada, temos apenas a posse temporária dos bens e o convívio momentâneo das pessoas. Se assim conseguirmos viver, nossa vida ganhará paz e alegria, valorizando cada oportunidade que surgir em nosso caminho, bem como cada pessoa que atravessar o rio da nossa existência. Somos viajantes do Universo, passageiros com a missão de aproveitar as estações da vida, vivendo-as em plenitude, para um dia retornarmos ao país de origem e dizermos da nossa viagem: “Valeu a pena”.

°

Nada na vida me pertence, sou apenas usuário dos bens.

As pessoas são livres, podem seguir seus caminhos.

Aceito as mudanças que a vida me traz.

Nada espero das pessoas, deixo cada um partir na hora que desejar.

 

Trecho do Livro:  Para o Dia Nascer Feliz

José Carlos De Lucca

(*) – Plenitude / Divaldo Pereira Franco, pelo Espírito Joanna de Ângelis.

17 de abril de 2015 at 17:11 Deixe um comentário

Giovanna Ewbank

Estavam com saudades desse post?!? Então aproveitem essa gata!

Via Google Images

17 de abril de 2015 at 8:30 Deixe um comentário

13 dicas para facilitar sua vida nos serviços de casa

By Bruno Vigatto

Pra que passar nervoso com detalhes, se a própria vida já é dura o suficiente, não é mesmo? Pequenas irritações nunca devem ficar no caminho depois de um dia cheio de trabalho, portanto, é importante sabermos que existem muitas técnicas para evitar o estresse quando se trata de responsabilidades domésticas.

Alguns truques podem e devem ser utilizados para melhorar nossa experiência em tarefas de casa e otimizar o tempo para curtirmos algumas horas livres da maneira que acharmos melhor. Confira as dicas e verifique se você usa todo o potencial dos objetos que possui em casa.

16 de abril de 2015 at 15:00 Deixe um comentário

Andando na água

Divertido!

16 de abril de 2015 at 7:32 Deixe um comentário

Posts antigos


Dabun’s Page


Desde 28/07/2.009

Estatísticas

  • 249,939 acessos

RSS RSS


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.885 outros seguidores